Arquivos por ms:

Por que estamos em greve?

0

Por que estamos em greve? Essa seria uma pergunta fácil de explicar no caso dos professores se a questão fosse apenas a mote salarial. Há desvalorização nos salários e também a falta de condições de trabalho, ameaça de privatização do ensino superior com a possibilidade de terceirização da atividade fim (professor) através de contratações de empresas terceirizadas (como é o que quer a PL 4330). E, os cortes da educação que já chega a 9 milhões de reais desde janeiro de 2015 com as medidas do ajuste fiscal do governo federal.…Ler mais

Cunha, Dilma e a governabilidade

0

Com a instalação da crise econômica pela qual o Brasil vem sendo afetado desde 2009, muito bem escondida com as várias medidas de financiamento estatal em obras públicas como os PAC’s (Programa de Aceleração do Crescimento) – realizadas por consórcios privados – para manter os esquemas de superfaturamento e propinas que financiam os processos eleitorais e a compra de deputados e senadores, ou seja, a governabilidade através da compra de apoio para sustentar o partido que assume o poder. Essa estrutura de governabilidade através da compra de parlamentares e de esquemas…Ler mais

As muralhas da linguagem

0

Li o livro “Muralhas da Linguagem” (2009) de Vito Giannotti e pretendo fazer um post com algumas observações sobre as argumentações que ele faz baseado em outros estudos, para facilita a comunicação pela via escrita, com o objetivo de alcançar o maior número da população, e como ele afirma: “que têm baixa escolaridade ou não é da ‘Casa Grande’”.   Só pra ter uma noção de como alguns pontos são passiveis de discordância, dele e de estudiosos sobre os tais macetes que facilitam a comunicação.  Refiro-me aos de que frases…Ler mais

No jogo da forca, a juventude enforcou seus algozes

0

O famigerado Congresso Nacional com sua ampla maioria de parlamentares que compõem as bancadas da “bala”, evangélica, latifundiária, homofóbica, etc., que pretendia aprovar o Projeto de Ementa Constitucional – PEC 171/93 que tinha como fim a redução da menoridade penal para 16 anos amargou uma derrota frente a pressão popular e principalmente da juventude que foi mais ágil e ganhou o jogo da forca contra seus algozes. No jogo proposto pelos parlamentares que queriam a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, e assim colocar na forca a…Ler mais