ANDES-SN/Regional Nordeste I realiza encontro em Imperatriz

0

Foram quatro meses em intensas mobilizações durante a greve dos docentes das instituições federais dirigida pela Associação Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior–Sindicato Nacional/ANDES-SN para exigir o fim dos cortes no orçamento realizado pelo governo federal de mais de 9 bilhões de reais das verbas destinadas ao ensino superior, contra o projeto de lei 4330 (que propõe a abertura da área do ensino superior para as Organizações Sociais ou seja terceirização) e uma extensa pauta de reivindicações para a valorização dos profissionais. Dando continuidade aos debates a Regional Nordeste I do ANDES-SN realiza evento com os docentes da regional.

Bienalmente a regional do ANDES-SN/Nordeste I realiza um encontro onde analisam a conjuntura e discutem apontamentos junto às bases da regional. Este ano o evento acontecerá no Maranhão na cidade de Imperatriz organizado pela APRUMA e Comissão em Defesa da Educação Pública. Diante dos últimos acontecimentos a comissão organizadora definiu como tema central “Ajuste fiscal: a luta sindical e a universidade pública brasileira”

Leia texto enviado pela coordenação local do evento:

UFMA SEDIA ENCONTRO REGIONAL DO SINDICATO NACIONAL DOS PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS3-encontro-regional-NE1 encontro do andes sn ANDES-SN/Regional Nordeste I realiza encontro em Imperatriz 3 encontro regional NE1

O evento vai reunir professores dos estados do Maranhão, Piauí e Ceará

Na próxima sexta, dia 6 de novembro, será realizado o Encontro Regional Nordeste I do Sindicato Nacional dos Docentes Federais (ANDES-SN). O encontro ocorrerá no auditório do Campus da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) em Imperatriz e terá como tema “Ajuste fiscal: a luta sindical e a universidade pública brasileira”. A entrada é gratuita.

A escolha da UFMA Imperatriz para a local para realização do encontro reforça a importância do debate. Imperatriz tem o segundo maior campus da UFMA. São quase 200 professores e mais de 2000 mil estudantes.

O encontro inicia no dia 6 de novembro pela manhã, a partir das 9h, com a abertura e uma mesa redonda sobre carreira docente nas universidades federais e estaduais, com a presença de Amauri Fragoso de Medeiros, tesoureiro do ANDES-SN, e Epitácio Macário, 2º vice-presidente do Sindicato Nacional. A programa continua a tarde com debate sobre o desmonte da universidade pública, com a presença de Saulo Pinto, professor do Departamento de Economia da UFMA.

Educação pública – A 1ª secretária da Regional Nordeste I do ANDES-SN, Sirliane Paiva, afirma que os debates sobre carreira e a multicampia (funcionamento das unidades da UFMA fora de São Luís) serão fundamentais no encontro. “Queremos debater quais as consequências do produtivismo na carreira docente”, explica. Ela cita como o exemplo o fato de que a UFMA aprovou uma resolução que dificulta muito a progressão na carreira.

Ela afirma que Imperatriz também foi escolhida para que os docentes possam aprofundar a discussão sobre a organização sindical nos vários campi da UFMA, pois cada um tem desafios e demandas diferentes.

Podem participar estudantes e professores da UFMA, UEMA, das instituições públicas e privadas que tenham interesse na carreira docente e que desejam aprofundar conhecimento sobre a importância da educação pública e as ações dos professores universitários em todos o país para defender um ensino público com mais recursos e qualidade.

Mais informações no facebook/comissaopeladefesadauniversidadepublica.

Sou apenas um trabalhador assalariado, casado com a companheira Irisnete Geleno, pai de quatro filhas(Ariany, Thamyres, Lailla e Rayara), morador da periferia (Boca da Mata-Imperatriz), militante partidário (PSTU) que assumiu algumas tarefas eleitorais como candidato (2006, 2008, 2010 e 2012) e que luta por uma sociedade COMUNISTA. Sempre fui e continuarei sendo a mesma pessoa de caráter que meus pais, minha escola, meus amigos ajudam a forjar. Um comunista escravo do modo de produção capitalista que não aceita a conciliação de classe defendida por muitos que se dizem de "esquerda", mas que na verdade são pequeno-burgueses que esperam sua chance no capitalismo.

Deixe seu comentário