Crise econômica unifica trabalhadores em unidade de ação

0

Crise econômica faz o governo elaborar várias medidas para tirar dos trabalhadores e seus direitos para garantir o lucro dos empresariado, meidadas tem como efeito colateral da crise econômica unifica trabalhadores em unidade de ação contra esses ataques.

Se tem uma coisa que unifica a base dos trabalhadores em todas as categorias é o ataque o emprego. Para combater a ameaça iminente com a possível provação da PL 4330, a PL das terceirizações, várias entidades sindicais se uniram num Espaço Unidade de Ação que inicia hoje, 7 e vai até 09/04, a Jornada Nacional de Lutas.

A PL 4330 pretende flexibilizar ainda mais as relações de trabalho possibilitando indiscriminadamente as terceirizações, seja no âmbito público quanto privado.  Além dessa pauta as entidades sindicais em vários Estados também trazem pautas como: contra os cortes na saúde e educação; abaixo o ajuste fiscal; em defesa do emprego: não as demissões; não ao pagamento da dívida pública, etc.

A Central Sindical e Popular/CSP-CONLUTAS junto com a base de seus sindicatos estão empenhados para combater os ataques dos patrões que querem transferir a crise econômica para a classe trabalhadora.

Segue as 7 pautas a serem debatidas durante a jornada:

unidade-acao-1 unidade de ação Crise econômica unifica trabalhadores em unidade de ação unidade acao 1unidade-acao-2 unidade de ação Crise econômica unifica trabalhadores em unidade de ação unidade acao 2unidade-acao-3 unidade de ação Crise econômica unifica trabalhadores em unidade de ação unidade acao 3unidade ação-4 unidade de ação Crise econômica unifica trabalhadores em unidade de ação unidade a    o 4unidade-acao-5 unidade de ação Crise econômica unifica trabalhadores em unidade de ação unidade acao 5 unidade-acao-6 unidade de ação Crise econômica unifica trabalhadores em unidade de ação unidade acao 6 unidade-acao-7 unidade de ação Crise econômica unifica trabalhadores em unidade de ação unidade acao 7

Sou apenas um trabalhador assalariado, casado com a companheira Irisnete Geleno, pai de quatro filhas(Ariany, Thamyres, Lailla e Rayara), morador da periferia (Boca da Mata-Imperatriz), militante partidário (PSTU) que assumiu algumas tarefas eleitorais como candidato (2006, 2008, 2010 e 2012) e que luta por uma sociedade COMUNISTA. Sempre fui e continuarei sendo a mesma pessoa de caráter que meus pais, minha escola, meus amigos ajudam a forjar. Um comunista escravo do modo de produção capitalista que não aceita a conciliação de classe defendida por muitos que se dizem de "esquerda", mas que na verdade são pequeno-burgueses que esperam sua chance no capitalismo.

Deixe seu comentário