Passagem da tocha olímpica por Imperatriz-MA

0

tocha-olímpica tocha Passagem da tocha olímpica por Imperatriz-MA tocha olimpicaNo dia 14/06 (terça-feira) a cidade de Imperatriz recebe a tocha com o fogo olímpico que foi aceso em cerimônia no dia 21 de abril na cidade Grega de Olímpia por atrizes que representavam sacerdotisas. Desde o dia da cerimônia o fogo olímpico percorre o Brasil há 43 dias e durante os 95 deve percorrer 325 cidades nos 27 estados da federação, totalizando 552 condutores.

O percurso em Imperatriz já foi definido e deve iniciar na Ponte Dom Afonso que liga o Maranhão ao Tocantins percorrendo o Rio Tocantins até a Beira Rio e ruas do Centro da Cidade.

As 75 pessoas relacionadas entre as escolhidas pelo Comitê Organizador Brasileiro das Olimpíadas Rio16 – COB e pelos patrocinadores farão o revezamento durante todo o dia. Alguns dos selecionados já divulgaram em suas redes sociais que serão condutores. A representação social desses condutores será bastante heterogênea, vai desde estudantes, desportistas, profissionais liberais a empresários.

Lailla-Galeino tocha Passagem da tocha olímpica por Imperatriz-MA Lailla GaleinoUm desses condutores, a estudante de escola pública, Lailla Galeno, 14 anos, foi selecionada pelo COB para representar os estudantes da rede municipal de ensino após sua redação ser escolhida num concurso que tinha como tema o Espírito Olímpico dos jogos.

Segue abaixo o rascunho do texto selecionado escrito pela estudante:

Espírito olímpico: Que vença o melhor

A primeira participação do Brasil nos jogos olímpicos foi em 1920, participando em diversas modalidades, conquistando medalhas históricas. Em 2016 o Brasil realizará um evento muito grandioso, que é o prazer de ter o Rio de Janeiro como a sede dos Jogos Olímpicos 2016.

No esporte, a atenção maior é virada ao tão esperado Jogos Olímpicos, onde todos os atletas demonstram suas motivações, limites, superações, lágrimas de felicidade ou derrota, emoções sinceras misturadas todas em um só lugar.

O chamado espírito olímpico trata-se não só do pensamento de ser o campeão, vencer, mas sim, em participar, demonstrar seu esforço, na solidariedade, respeito entre todos, na emoção de estar ali fazendo o que gosta (curtindo o seu momento), na vibração da galera, no sentimento que está sempre prevalecendo de “fazer história”, conquistar suas expectativas, abraçar o competidor sem rivalidade, ou até mesmo dar um aperto de mão sincero, são essas as atitudes que demonstram o espírito olímpico.

Que vença o melhor, uma frase ousada, mas que representa o vencer, na conquista de mais uma etapa, no jogo limpo, com dignidade, com o sentimento de saber que está dando o seu melhor, e depois mesmo vencendo ou perdendo, saiba que foi uma competição na paz e verdadeira, pois o vencedor é aquele com valores.

Brasil nas olimpíadas, a esperança é que todos tenham esse espírito olímpico.

Lailla Galeno da Silva, estudante do 8° ano da rede pública de ensino.

Sou apenas um trabalhador assalariado, casado com a companheira Irisnete Geleno, pai de quatro filhas(Ariany, Thamyres, Lailla e Rayara), morador da periferia (Boca da Mata-Imperatriz), militante partidário (PSTU) que assumiu algumas tarefas eleitorais como candidato (2006, 2008, 2010 e 2012) e que luta por uma sociedade COMUNISTA. Sempre fui e continuarei sendo a mesma pessoa de caráter que meus pais, minha escola, meus amigos ajudam a forjar. Um comunista escravo do modo de produção capitalista que não aceita a conciliação de classe defendida por muitos que se dizem de "esquerda", mas que na verdade são pequeno-burgueses que esperam sua chance no capitalismo.

Deixe seu comentário