PSDB versus PT, irmãos siameses

0

pt-psdb-irmãos PSDB versus PT PSDB versus PT, irmãos siameses pt psdb irm  os

Brigas judiciais entre os partidos PSDB versus PT, irmãos siameses sobre campanhas eleitorais antecipadas e usando a máquina pública para promovê-las é bem parecida do que acontece no maranhão entre PMDB E PDT.

A exemplo do Maranhão a briga pelo poder via tribunais já se iniciou na esfera federal. Campanhas eleitorais antecipadas são uma das justificativas da ação entre os dois “grandes” partidos que se consideram opostos, PSDB e PT, que na prática são irmãos siameses.

A ação movida contra uma reunião com prefeitos organizada pelo Palácio do Planalto e blogs na internet que pede voto em Dilma Rusself/PT foi impetrada pelo PSDB e DEM. Os advogados do PT estão preparando a defesa e usarão outra reunião de prefeitos do maior colégio eleitoral do Brasil, São Paulo, no qual também foi usado como palanque eleitoral de José Serra/PSDB e Cassab/DEM. Isso demonstra que são partidos “opostos” com práticas idênticas e no meio dos acontecimentos uma justiça que se encontra cega, literalmente. Se um dos lados for punido (que eu duvido) estaria o outro certo?

Não é atoa que a justiça eleitoral divulga campanhas publicitárias afirmando que elegendo corruptos os eleitores terão que passar quatro anos com “abelhas” no ouvido, ou rodando em círculos e ela nada pode fazer.

Sou apenas um trabalhador assalariado, casado com a companheira Irisnete Geleno, pai de quatro filhas(Ariany, Thamyres, Lailla e Rayara), morador da periferia (Boca da Mata-Imperatriz), militante partidário (PSTU) que assumiu algumas tarefas eleitorais como candidato (2006, 2008, 2010 e 2012) e que luta por uma sociedade COMUNISTA. Sempre fui e continuarei sendo a mesma pessoa de caráter que meus pais, minha escola, meus amigos ajudam a forjar. Um comunista escravo do modo de produção capitalista que não aceita a conciliação de classe defendida por muitos que se dizem de "esquerda", mas que na verdade são pequeno-burgueses que esperam sua chance no capitalismo.

Deixe seu comentário