Saulo cumpre agenda de campanha na Região Tocantina

0

Na reta final do processo eleitoral de 2014, o candidato ao governo do Estado, Saulo Arcangeli, pelo Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado-PSTU cumpri agenda na Região Tocantina. Durante dois dias 18 e 19 de setembro Saulo pretende visitar as cidades de Imperatriz, João Lisboa, Açailândia, Porto Franco e Estreito buscando mostrar nessas cidades que existem outras forças políticas na disputa pelo executivo estadual que confrontam os candidatos dos patrões. saulo-região-tocantina região tocantina Saulo cumpre agenda de campanha na Região Tocantina saulo regi  o tocantina

O foco será o contato com trabalhadores, num corpo a corpo com a população que tem dificuldade de acesso à proposta de um governo para os trabalhadores devido às estruturas desiguais entre trabalhadores candidatos e candidatos dos ricos. O tempo de TV, o financiamento de grandes empresas aos candidatos e os vetos em debates abertos entre todos os candidatos são barreiras impostas para omitir essa alternativa, mas Saulo e os candidatos do PSTU à presidência, senado, câmara federal e estadual não pretendem trocar os princípios de um governo voltado para os trabalhadores pelo apoio financeiro e da elite empresarial do estado, dessa forma fazem uma campanha dentro das condições reais.

Durante a visita Saulo estará acompanhado do também candidato Wilson Leite (1º suplente de senador), militante de Imperatriz, que compõe a chapa com Marcos Silva para o senado federal. 

Para Wilson Leite os trabalhadores explorados têm um ponto em comum com os ricos, apesar de morarem em bairros com infraestruturas distintas, terem acesso à educação e a saúde abissalmente diferentes, ambos – trabalhadores e ricos – acabam votando nos mesmos candidatos, os candidatos financiados por empreiteiras, agropecuaristas, latifundiários, banqueiros etc. que mantém a reprodução da continuidade dessas diferenças à cada dia mais visíveis. “Nosso papel nesse processo eleitoral de cartas marcadas é dialogar com os membros de nossa classe para fazer com que eles tenham um momento de reflexão crítica sobre sua atitude de ‘voto útil’”.

Sou apenas um trabalhador assalariado, casado com a companheira Irisnete Geleno, pai de quatro filhas(Ariany, Thamyres, Lailla e Rayara), morador da periferia (Boca da Mata-Imperatriz), militante partidário (PSTU) que assumiu algumas tarefas eleitorais como candidato (2006, 2008, 2010 e 2012) e que luta por uma sociedade COMUNISTA. Sempre fui e continuarei sendo a mesma pessoa de caráter que meus pais, minha escola, meus amigos ajudam a forjar. Um comunista escravo do modo de produção capitalista que não aceita a conciliação de classe defendida por muitos que se dizem de "esquerda", mas que na verdade são pequeno-burgueses que esperam sua chance no capitalismo.

Deixe seu comentário