Sobre Mim

Sou Wilson Leite, segundo entre as cinco irmãs e mais dois irmãos mais novos, filhos de uma dona de casa e um pedreiro, nasci no Bairro de Vila Lobão em Imperatriz-MA aos 21 de abril de 1977. Desde 1982 residimos no bairro da Boca da Mata (entre bairro Planalto e Bom Sucesso).

Comecei minha vida de estudante na Escola Municipal Santa Tereza localizada no bairro São José (1º a 4º série do ensino fundamental), quando tive que me transferir para a Escola Raimundo Soares da Cunha (5º até o 3º ano do 2º Grau) no bairro Bom Sucesso. Foi durante o período de estudante que começamos a militar politicamente, primeiro no movimento estudantil aonde participamos em 1997 no 32º Congresso da União Brasileira dos Estudantes Secundarista-UBES, realizado em Juiz de Fora – MG. Participamos também nesse período de um processo de eleição para compor o Colegiado da escola, chapa composta entre mim e Jean Aparecido.

Concluímos o segundo grau Técnico em Administração de Empresas, que nos possibilitou uma vaga de estágio por dois anos no Banco do Nordeste do Brasil – BNB, onde iniciamos nossa vida profissional. Após esse período, ingressei no Centro de Educação Tecnológica do Maranhão – CEFET – hoje Instituto Tecnológico do Maranhão (IFMA) na primeira turma do curso de Eletrônica (2000) na modalidade pós-médio. Após treze anos, voltei a estudar cursando Licenciatura em Ciências Humanas pela Universidade Federal do Maranhão – UFMA (atualmente no 6º período).

Na segunda festa do Dia dos Namorados, que realizávamos entre os alunos da escola (ainda no ensino médio), comecei a namorar uma colega de turma que hoje é minha companheira (Irisnete Galeno) e mãe de nossas quatro filhas: Ariany, Thamires, e das gêmeas Lailla e Rayara.

Em 2006, apesar de nunca ter sido filiado formalmente do PT, era simpatizante e eleitor, decidi romper após política desenvolvida logo no primeiro mandato de Lula, Daí ajudamos a fundar o PSOL em Imperatriz, fui dirigente da sigla e candidato por três vezes aos cargos: Deputado Federal (2006), a prefeito (2008) e a Deputado Federal (2010). Em 2011 com a degeneração da direção do partido o grupo (Coletivo Ação Comunista – CAC) do qual faziam a discussão no Maranhão decidimos sair da sigla. Eu e outros desse grupo fomos convidados a conhecer a organização PSTU e uma parte, entre eles eu, decidiu por construir a sigla, dos 15 integrantes de Imperatriz, fui o único. Pelo PSTU apresentamos a candidatura à prefeito (Imperatriz para os Trabalhadores) da cidade em 2012.  Em 2014, compusemos chapa ao senado do PSTU como suplente do candidato Marcos Silva. 

Durante nossa trajetória até aqui, conseguimos desenvolver uma consciência de classe para si. Nesse estágio consideramos ser necessário que contribuamos através da intervenção na defesa de um novo projeto de sociedade, a ser construída pela principal classe já existente na história do homem, a classe operária, nessa proposta consideramos que o socialismo é a nossa alternativa viável, para confrontar o capitalismo que nos escraviza e nos explora enquanto homens e mulheres produtores.