Tagged: desemprego

Acordo – negociação entre patrão e empregado

0

As leis numa sociedade (onde a relação é de exploração de uma classe sobre outra) é sempre para reforçar a dominação da burguesia (patrões) sobre os trabalhadores. No caso das relações de trabalho, os acordos – o negociado valer mais do que o legislado (lei) – dá uma segurança jurídica para os patrões. Por isso é sempre bom repetir o que diz a letra da música da Internacional Socialista: “O rico a lei o protege”. Com a reforma das leis trabalhistas aprovadas pelo Congresso e sancionadas pelo Executivo – dominado…Ler mais

Saiba o porquê da elite “defender” a geração de empregos

0

Não é nenhuma surpresa ouvir nos discursos de políticos, que representam os interesses das elites (empresários e banqueiros) e associações de patrões, defendendo a geração de emprego. Mas não são eles que reclamam da alta carga tributária sobre a contratação no Brasil? Isso não seria contraditório se as tecnologias aplicadas à produção – que estão aí – substituíssem o que eles dizem considerar de pouca valia, a mão-de-obra? O atual mandatário Michel Temer, re-eleito na chapa PT-PMDB em 2014, vem pondo em prática, projetos de reformas (trabalhistas e previdenciárias), já…Ler mais

Aumenta números de demissões em Imperatriz

0

Reflexos da crise e do fim de vários empreendimentos elevam o número de demissões em Imperatriz e dificulta o encontro de alternativas aos trabalhadores. Imperatriz reflete muito do que vem acontecendo em todo o Brasil e como as crises do capitalismo a nível global afeta a classe trabalhadora diretamente. Qualquer governo que assuma sua postura de classe – em grande parte do planeta a classe dominante (econômica e política) – que é a dos ricos fará de tudo para manter os lucros e exploração contra a classe trabalhadora. Tenho observado aqui em…Ler mais

Redução do desemprego, quem acredita nisso?

0

As várias matérias que divulgam a redução da taxa de desemprego como a publicada pelo site do UOL/2009, que destaca: “Taxa de desemprego fica em 8% em julho, a menor taxa para o mês desde 2002”. Tendo como fonte o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que por sua vez, tem como fonte para a compilação dos dados o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) ligado ao Ministério do Trabalho e Emprego. Esse tão propagado desempenho não reflete a realidade do desemprego no Brasil por vários fatores: primeiro…Ler mais