Trotsky e sua mensagem à juventude de hoje

0

juventude_trotsky juventude Trotsky e sua mensagem à juventude de hoje JUVENTUDE TROTSKYDiante dos processos de mobilização da juventude que vem ocorrendo desde 2013 (contra o aumento das tarifas de ônibus) até hoje com a ocupação das escolas e universidades públicas por todo o Brasil, contra a reforma do ensino médio (MP 746) e contra a PEC 241(convertida em 55) que congela os recursos da educação e saúde por vinte anos, tenho nutrido o sentimento de que as mudanças sociais não virão dos velhos intelectuais e sindicalistas burocratizados e já adaptados à ordem burguesa. A mudança social virá justamente pela energia da juventude em movimento.

Ao mesmo tempo, tenho clareza que não basta a energia e a disposição revolucionária da juventude para que as mudanças sociais se concretize, é preciso muito mais elementos que  nos leve a uma revolução, nesse sentido republico aqui um texto de Leon Trotsky (1938):

Uma Carta à Juventude

Um partido revolucionário deve necessariamente basear-se na juventude. Inclusive, podemos dizer que o caráter revolucionário de um partido pode ser julgado pela sua capacidade de atrair para suas bandeiras a juventude da classe operária.

O atributo básico da juventude socialista e tenho em mente a juventude genuína e não os velhos de 20 anos reside na disposição de entregar-se total e completamente à causa da socialista. Sem sacrifícios heroicos, valor, decisão a história em geral não se move para frente. Porém o sacrifício somente não é o suficiente. É necessário ter uma clara compreensão do curso dos acontecimentos e dos métodos apropriados para a ação. Isso somente pode ser obtido por meio da teoria e da experiência vivida.

O mais contagiante entusiasmo rapidamente esfria-se ou evapora se não encontra uma clara compreensão das leis do desenvolvimento histórico. Frequentemente, observamos como os jovens entusiastas, ao dar uma cabeçada na parede convertem-se em sábios oportunistas; como ultraesquerdistas desenganados passam em curto tempo a ser burocratas conservadores, assim como pessoas fora da lei se corrigem e se convertem em excelentes policiais. Adquirir conhecimento e experiência e ao mesmo tempo não dissipar o espírito lutador, o autossacrifício revolucionário e a disposição de ir até o final, esta é a tarefa da educação e da auto-educação da juventude revolucionária.

Fonte: Marxismo.org

Sou apenas um trabalhador assalariado, casado com a companheira Irisnete Geleno, pai de quatro filhas(Ariany, Thamyres, Lailla e Rayara), morador da periferia (Boca da Mata-Imperatriz), militante partidário (PSTU) que assumiu algumas tarefas eleitorais como candidato (2006, 2008, 2010 e 2012) e que luta por uma sociedade COMUNISTA. Sempre fui e continuarei sendo a mesma pessoa de caráter que meus pais, minha escola, meus amigos ajudam a forjar. Um comunista escravo do modo de produção capitalista que não aceita a conciliação de classe defendida por muitos que se dizem de "esquerda", mas que na verdade são pequeno-burgueses que esperam sua chance no capitalismo.

Deixe seu comentário