Série de posts avaliando a gestão tucana: financeira parte I

0

No segundo post da série que análise a gestão tucana de Imperatriz veremos a evolução do Fundo de Participação dos Municípios-FPM em comparação ao ano anterior.

Sebastião Madeira/PSDB, então candidato a prefeito de Imperatriz, prometia a “mudança” nos serviços públicos em educação, saúde e infraestrutura da cidade. Tinha como principal fiador o então governador Jackson Lago/´DT  que pouco depois de sua posse foi cassado. Daí em diante tentou justificar a falta de investimentos alegando uma suposta “queda” de recursos federais, principalmente o FPM.

COMPARATIVO DE ARRECADAÇÃO DO FPM

Arrecadação_por_fonte avaliação da gestão Série de posts avaliando a gestão tucana: financeira parte I Arrecada    o por fonte
FONTE: BANCO DO BRASIL E SITE TRANSPARÊNCIA DE IMPERATRIZ

O gráfico acima demonstra as oscilações dos repasses do fundo de participação dos municípios – FPM nos anos de 2009 (linha em vermelho) e 2010 (linha em azul). Cabe destacar que as oscilações são devido ao volume de participação na arrecadação das receitas que compõem esse fundo, Imposto sobre produtos industrializados – IPI e Imposto de Renda – IR, ou seja, varia de acordo com a arrecadação do município nessas transações.

Mesmo com a queda na arrecadação do IPI, promovido pelo governo federal com a redução do imposto para veículo e bens da linha branca a arrecadação de 2010 é em média superior em cerca de 1500 mil reais em comparação ao mesmo período de 2009. No ano de 2010 a média mensal do FPM ficou em R$4.292.823,77.

Os dados comprovam que Imperatriz ainda não foi afetada como resmunga a gestão sobre o programa de isenção federal a alguns setores da economia, justamente porque em nosso município a geração de renda não é graças ao ramo da indústria, pois Imperatriz os ramos se concentram exclusivamente pelo comercio e serviços.

Leia também: Série de posts avaliando a gestão tucana de Imperatriz

Sou apenas um trabalhador assalariado, casado com a companheira Irisnete Geleno, pai de quatro filhas(Ariany, Thamyres, Lailla e Rayara), morador da periferia (Boca da Mata-Imperatriz), militante partidário (PSTU) que assumiu algumas tarefas eleitorais como candidato (2006, 2008, 2010 e 2012) e que luta por uma sociedade COMUNISTA. Sempre fui e continuarei sendo a mesma pessoa de caráter que meus pais, minha escola, meus amigos ajudam a forjar. Um comunista escravo do modo de produção capitalista que não aceita a conciliação de classe defendida por muitos que se dizem de "esquerda", mas que na verdade são pequeno-burgueses que esperam sua chance no capitalismo.

Deixe seu comentário