Tagged: greve

Legalidade não determina as lutas. Greve Geral!

0

As lutas da classe trabalhadora nunca poderão ser dirigidas por instituições do Estado burgues como o judiciário, assim com o parlamento, o judiciário cumpre seu papel de protetor do status quo de seus interesses contra qualquer insurgências. Nas lutas, a legalidade não tem valor algum, a não ser para quem quer ganhar. Leia abaixo o texto do professor Rosenverck Estrela: Desde quando essa crise estourou e que a classe dominante decidiu fazer os trabalhadores pagarem pela crise, que as medidas repressivas e de ataques a todos nós tem se acelerado.…Ler mais

Por que estamos em greve?

0

Por que estamos em greve? Essa seria uma pergunta fácil de explicar no caso dos professores se a questão fosse apenas a mote salarial. Há desvalorização nos salários e também a falta de condições de trabalho, ameaça de privatização do ensino superior com a possibilidade de terceirização da atividade fim (professor) através de contratações de empresas terceirizadas (como é o que quer a PL 4330). E, os cortes da educação que já chega a 9 milhões de reais desde janeiro de 2015 com as medidas do ajuste fiscal do governo federal.…Ler mais

Tambores ecoaram na UFMA

0

Na noite de sexta-feira, 19/06, toda a UFMA foi tomada pelo som dos tambores com ritmos africanos na Noite dos Tambores: valorização da Herança africana e combate ao preconceito religioso! O evento promovido pelo comando de greve da UFMA contou com a participação de representantes da religião de matriz africana: Tendas São Francis e Santa Barbara fizeram uma demonstração dos ritos nos terreiros de umbanda. Vale ressaltar que a principal forma de transmissão dessa tradição (cantos, ritos, vestuário, etc.) é via oralidade, Mãe Nenzinha abriu os trabalhos entoando os primeiros cânticos…Ler mais

Campi de Imperatriz inicia mobilizações da greve nacional

0

Começa hoje (16/06) as atividades de greve nos campi de Imperatriz. Com uma assembleia geral que deve reunir professores de todos os cursos, servidores administrativos e alunos para discutir a agenda de debates, formação e cultural durante todo o período de greve, além de montar comissões para garantir a ocupação da universidade com uma vasta programação de atividades (minicursos, palestras, aulas públicas, participação de movimentos populares e sociais). A comissão pela Defesa da Universidade Pública que vinha se reunindo para debater as Medidas Provisórias 664 e 665 e Projeto de…Ler mais

Porque deflagramos a greve dos docentes na UFMA

0

Após a suspensão da greve dos docentes de 2012, uma das maiores dos últimos tempos, o ANDES – Sindicato Nacional buscou negociar com o Governo Federal ao longo de 2013, porém não obteve resposta. Em 2014, foram várias reuniões com a Secretaria de Educação Superior (SeSu)/Ministério da Educação (MEC) para discutir nossa pauta de reivindicações, incluindo pontos conceituais sobre a carreira que defendemos e foi assinado um acordo em que o governo reconheceu a desestruturação da carreira dos docentes federais e apontou para a continuidade da sua discussão. Diante da…Ler mais

Ondas )))

0

Ondas mecânicas (movimentação do som, das águas), ondas eletromagnéticas (luz, sinal de rádio) todos os tipos têm algo que gera sua propagação. Em 2013,  após vários anos (as últimas foram nos anos 90 com o MST) de acomodação social, não víamos no Brasil ondas de mobilização social como foi a gerada pelo aumento em R$0,20 centavos na tarifa de transporte público e, não só por ele. Apesar de nossas críticas à falta de uma direção coerente ao movimento de 2013 observamos que o principal legado das mobilizações foi a de mostrar…Ler mais

Por que uma greve de estudantes na UFMA de Imperatriz?

0

Greve é uma ferramenta da classe trabalhadora para forçar os patrões a cederem mais direitos e conquistas, mas por que uma greve de estudantes na UFMA de Imperatriz? Imperatriz é a segunda maior cidade do Estado em população e com uma crescente evolução econômica, diante desta realidade vem se tornando ao longo dos anos um pólo de ensino superior para o sul do Estado, norte do Tocantins e leste do Pará. Atualmente a cidade conta com duas universidades públicas: UEMA e UFMA. Apesar do destaque que a cidade tem em…Ler mais

%d blogueiros gostam disto: